terça-feira, 15 de setembro de 2009

Saiba mais sobre a AMA Bichos

Ontem os voluntários da AMA Bichos foram atender a uma denúncia de abandono de cães na rua Karl Gunther. Chegando local constataram que os moradores da casa haviam se mudado no sábado e deixaram pra trás uma cadela com 4 filhotes. Obviamente, todos estavam com fome e com sede. Os voluntários deixaram os animais no local, porque é um imóvel particular e não se pode invadir. Mas conseguiram deixar um pote de água limpa e ração. Hoje, com certeza voltarão ao local.

A AMA Bichos não possui abrigo, portanto, não pode recolhê-los. Vão tentar a adoção rápida, que não é recomendada. Deve-se desverminar e castrar antes. Mas em situação de emergência não dá pra pensar muito. A solução é encontrar pessoas que queiram adotar os filhotes, ao menos.

Durante essa denúncia apareceu um cidadão que não entende nada de amor aos animais e resolveu bater boca com os voluntários, colocando a questão da puxada em discussão.

A AMA Bichos é contra o evento puxada, não contra pessoas terem cavalos. Quem tem cavalo e os trata com dignidade jamais será interpelado pela AMA Bichos. É preciso que se entenda que o evento puxada maltrata os cavalos porque os leva à exaustão e rompimento de ligamentos. Não se admite mais nos dias de hoje o divertimento com animais, principalmente quando esse “divertimento” machuca os animais.

Ser contra ou favor da puxada nem está em questão, já que se trata de um crime - Artigo 32 da Lei 9605/98 de Crimes Ambientais.

Um comentário:

A wild blumen disse...

Excelente artigo. É preciso conscientizar, esclarecer mesmo, as pessoas a respeito da dignidade no trato com a vida. Seja de uma pessoa ou de animal, planta, etc... Vida é sagrada em qualquer de suas manifestações.