quinta-feira, 15 de abril de 2010

Crueldade Cavalar


Organizações de defesa do direitos dos animais estão organizando protesto contra a puxada de cavalo, que acaba de ser incluída no calendário turístico de Pomerode, no Vale do Itajaí.

A puxada é uma competição em que os animais devem carregar pedras, madeira ou cimento — em alguns casos, o peso chega a duas toneladas. Especialistas em Direito enxergam um paralelo entre a prática e a farra do boi e, assim, os protetores defendem que a puxada também deveria ser considerada crime ambiental.

O protesto está marcado para domingo, dia 18, no caminho ao Clube Caça e Tiro Germano Tiedt, na localidade de Ribeirão Souto, onde deve ocorrer, das 9h às 18h, uma competição de puxadas.

Não é a primeira vez que os protetores se organizam contra a prática. Ano passado, a AMA Bichos, de Pomerode, alertou outras ONGs sobre a crueldade a que os animais são expostos nesse tipo de competição. A Organização Bem-Animal (OBA!), de Floripa, foi uma das entidades que respondeu ao apelo. Sua diretora, Ana Lúcia Martendal, viajou ao município e se espantou com o que viu:

— A pior coisa do mundo! Para conseguirem puxar tanta carga, os cavalos são chutados… as articulações parecem que vão explodir…

Ana Lúcia contou ao Mascotes que os protetores entraram com uma ação civil pública em Pomerode em agosto de 2009 mas, até o momento, não obtiveram resposta.

Quem quiser se engajar ao protesto contra a puxada, há uma lista de mails e telefones no site da OBA! (incluindo um modelo de carta a ser enviada às autoridades do município).



Fonte: Blog Mascotes. http://ow.ly/1yCqU

5 comentários:

Marcos disse...

A puxada por sí só já é degradante. Agora, a agressão foi um atestado de que quem merece estar atrelado à zorra é aquele patético que apedrejou as pessoas, juntamente com os outros cupinchas que o seguiram. A imagem de Pomerode ficou bem manchada com isso... que pena.

A wild blumen disse...

Selvageria extrema, vou comentar o linchamento no próximo post seu, mas enquanto isso, veja o nosso:

vidavegetal.blogspot.com

E ainda querem começar um evento para incluir no calendário de Blumenau com o nome de rodeio, que nada mais é que uma farra do boi.
Então que tal colocar estes valentões para correr de touros?
Na mesma proporção do linchamento de vocês: 200 touros para 10 ou 15 destes machões.

A wild blumen disse...

Selvageria extrema, vou comentar o linchamento no próximo post seu, mas enquanto isso, veja o nosso:

vidavegetal.blogspot.com

E ainda querem começar um evento para incluir no calendário de Blumenau com o nome de rodeio, que nada mais é que uma farra do boi.
Então que tal colocar estes valentões para correr de touros?
Na mesma proporção do linchamento de vocês: 200 touros para 10 ou 15 destes machões.

João disse...

Pela Extirpação Federal de " tradições " que maltratam os animais: PUXADAS, TOURADAS, FARRA DO BOI, RODEIOS, RINHAS.

Caros amigos e Entidades defensoras da vida. Nos últimos tempos, vemos a inversão de valores se intensificando em nosso país. A valorização está na "Lei de Gerson". Professores são agredidos por alunos e pais. Juízes e Policiais corretos são freqüentemente assassinados. Os bandidos recebem ampla defesa e proteção - Direitos Humanos, aos humanos errados! Será que teremos que importar políticos honestos e capazes ? Conclamo que nós eleitores, temos por obrigação, escolher candidatos sensíveis, defensores dos bons costumes e tradições que não agridam a vida humana ou animal. No ano de eleições, é comum políticos se acovardarem com receio de perderem míseros votos de torturadores, esquizofrênicos, paranóicos de toda espécie. Daí o malifício da reeleição. " Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar o seu semelhante "Albert Schweitzer. A compaixão pelos animais está intimamente ligada à bondade de carater e pode ser seguramente afirmado que, quem é cruel com os animais, não pode ser um bom homem " Arthur Schopenhauer. JOÃO WANKA, 61a.,adv., Blumenau/SC, com tristeza e vergonha de ser Catarinense.

João disse...

Acabei de ler e assinar a petição online: «Fim das Puxadas »

http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N1989

Eu pessoalmente concordo com esta petição e acho que também pode concordar.
Subscreve a petição e divulga-a pelos seus contatos.Grato.J.Wanka